Tag

pós-parto

Browsing

Texto: Diana Parece que foi ontem que ela nasceu. Tão pequenina, frágil. Mas não. Passaram seis meses e a minha barriga continua firme. Ou melhor, extremamente flácida e a ocupar mais espaço do que o desejável. É como se não tivesse recebido o aviso de que a criança já saiu. E é triste. É uma barriga triste, mole, com celulite e grande. Não me deixa vestir as minhas boas e velhas calças de ganga, as minhas saias M, os meus vestidos. E por muito descontraída que seja, há dias em só apetece gritar para o espelho amaldiçoando a sorte, odiando o corpo todo, da ponta dos cabelos, à ponta dos pés. Ultimamente tenho sentido isso. E o que é que fiz? Dieta? Ginásio? Fui ver os sites de roupa, escolhi uma série de vestidos que disfarçam a barriga e não comprei nenhum porque não tenho dinheiro e tenho duas filhas. As…

Todos os meses vamos publicar um texto vosso. Uma forma de vos agradecer por terem aceite ser nossas amigas e uma forma de vos conhecer melhor. Escrevam-nos para amaezonia@gmail.com Texto: Ana Rita Gomes, 32 anos, mãe de dois, um de 5 e outro de 2, e dona do Saltos sem Altos. Ilustração: Rita Bom então vou escrever sobre ser mãe. Pode ser? Este tema que ninguém debate, verdadeiramente inovador, esta onda tsunamica que é ser mãe. Deixem-me apresentar-me primeiro. O meu nome é Ana Rita. Tenho 32 anos e trabalho na fascinante área da banca desde os 22. Casei nova, viajei, bebi camiões de imperiais em miradouros, perto da minha (#ohcéusquesaudades) casa na Graça. Adoptei um cão que de tanto mimo apaneleirou para sempre e foi então que decidi ser mãe. Engravidei rápido, larguei a casa amorosa de vista rio e varandim português na Graça e assumi um compromisso mais…