Tag

consultório

Browsing

Por muito felizes que eles fiquem há sempre reações estranhas com as quais temos de lidar à medida que a barriga cresce. Pedimos a uma psicóloga que trabalha com miúdos que nos ajudasse. Texto: Diana Ilustração: Rita A barriga começa a crescer, há beijinhos e abraços, a mana isto, a mana aquilo, o entusiasmo, os planos de brincadeiras. Tudo na paz, na boa, na pura, mas a cabeça humana está sempre a trabalhar, mesmo a de uma criança de quatro anos. De repente chora com facilidade, diz que tem saudades dos avós minutos depois de a ir buscar após um dia inteiro com eles. Diz que tem saudades do pai minutos depois de ter passado o dia com ele. Precisa de mimos, faz mais birras e preocupa-se com o facto de a mãe ter de passar uns dias no hospital quando a bebé nascer. É um turbilhão de emoções demasiado…