Texto e ilustração: Rita

A imaginação infantil é poderosa, vasta e, por vezes, hilariante. A argumentação dos miúdos é extensa e há sempre razões para tudo. Como pessoa que há cinco anos dorme mal, cortesia da minha filha, decidi fazer uma lista de razões pelas quais os miúdos, a minha incluída, acordam. Soa-vos familiar?

Entre as 23h e as 3h

Tenho sede.

Tenho fome.

Tenho chichi.

Tenho cocó.

Fiz chichi.

Mamaaaã! (pode significar muitas coisas, inclusive que têm febre, dor de barriga, etc.)

Entre as 3h e as 5h

Está um monstro no meu quarto.

Preciso de uma massagem.

Vi um duende a sair do chão.

Porque é que ninguém está aqui comigo?

As bruxas andam a voar lá fora e não me deixam dormir.

Estou a ouvir barulhos.

Fechaste a porta à chave?

Então mas vocês dormem juntos e eu tenho de dormir sozinha? Sou uma criança!

O meu lençol estava muito frio.

O meu lençol estava muito quente.

Acho que tenho febre morceguina.

Ouvi trovoada.

A mochila parecia um monstro.

Entre as 5h e as 6h

Alguém pode vir abrir a janela do meu quarto?

Eu vou abrir a janela do teu quarto porque já é de dia.

Podes contar-me esta história? (com o livro escolhido na mão)

Já não consigo dormir, que é que queres que eu faça?

O gato acordou-me.

O cão acordou-me.

É hoje que vamos a …? (e depois diz um sítio qualquer onde irão dali a uma semana)

Hoje a/o (depois escolhe um amiguinho) pode vir cá a casa no fim da escola?

O Natal/Páscoa/Carnaval/ Ano Novo /aniversário do “não sei quantos” é hoje?

Vi mosquitos no meu quarto.

Alguém pode vir pôr os desenhos animados?

Podes abrir os olhos? É que já é de dia. (E com sorte tentam descolar-nos as pálpebras ensonadas com as mãos pequeninas, é medonho!)

Alguém me pode vir limpar?

Autor

Os comentários estão fechados.