Sair de casa de manhã, a tempo e horas, pode transformar-se numa calamidade. Despachar os putos, tratar de nós, agarrar em tudo e não esquecer o almoço ou o lanche é hercúleo. Mas não precisa de ser.

Texto: Diana
Ilustração: Rita

Todas as manhãs é a mesma coisa: os putos não querem acordar, depois é preciso vesti-los, antes disso escolher a roupa, essas meias não, as outras, não quero essa saia, quero calças, não gosto desses sapatos, dar -lhes o pequeno-almoço é como negociar com reféns, preparar as marmitas é um desespero e às vezes acabam por ficar em cima da bancada da cozinha. O relógio não pára, a mãe e o pai ainda nem sequer tomaram banho, raios partam, e quando finalmente deixam os miúdos na escola ainda têm de enfrentar o trânsito para o trabalho.

Despachar manhas

Às vezes, só para tornar tudo mais divertido, há um dos putos que se suja mesmo antes de sair de casa, outro que tem de fazer chichi, ou um vómito projectado ao melhor estilo geiser.

Ah, a rotina com filhos, que sonho. Temos boas notícias: há forma de contornar isso e transformar as manhãs num momento (quase) feliz.

Fazer um calendário de tarefas: Lavar a cara, vestir, comer, lavar os dentes, fazer chichi, calçar os sapatos, pegar na mochila, pegar na lancheira, pegar na porcaria do boneco que querem levar naquele dia, sair de casa. Para os miúdos que ainda não sabem ler, façam desenhos que simbolizem as tarefas. Assim não têm de estar sempre a repetir as mesmas coisas.

Acordar antes deles: Ponham o despertador para meia hora antes deles acordarem. Assim têm tempo para tomar banho, vestir-se e, na loucura, fazer aqueles exercícios rápidos de Pilates e até tomar o pequeno-almoço em sossego.

Preparar tudo no dia anterior: Mochilas, roupa e marmitas devem ficar prontas antes de dormir. Dêem duas opções de roupa aos miúdos e peçam-lhes que escolham uma. No dia seguinte é aquilo que vão vestir de manhã, sem mas nem meio mas. As mochilas devem ficar prontas com os livros e cadernos do dia, e as marmitas no frigorífico prontas a ser postas num saco.

Deixar as coisas à porta: Arranjem um cabide à saída de casa onde deixar as mochilas e malas penduradas, bem como um lugar para as chaves do carro e de casa. Grab and go.

Deitar cedo: Não fiquem no sofá a domitar e a fingir que estão a ver uma série só para sentirem que andam a par do que se passa no mundo. Vão para a cama mesmo que sejam 23h. Ou 22h. As manhãs vão correr melhor se tiverem dormido o suficiente e a paciência vai aumentar.

Autor

1 Comentário

  1. Pingback: As manhãs! – Onde está a Joana?

Escreva um comentário