Texto: Ágata Xavier
Ilustração: Rita

“Sê uma pessoa inteira. Ser mãe é uma dádiva maravilhosa, mas não te definas unicamente por esse estatuto. Sê uma pessoa completa. A tua filha beneficiará disso.”

Chimamanda Ngozi Adichie é uma das vozes fortes da literatura nigeriana e também do feminismo mundial.
É escritora, mãe, ativista, feminista, colorida e tem um estilo único.

Usa cores e padrões fortes e gosta de vestidos feitos com capulanas, os tecidos tradicionais africanos que se caracterizam por estampados coloridos. O melhor? A maioria são desenhados por si.

Depois do ensaio “Devemos ser todos feministas” – que partiu de uma Ted Talk sua de 2012 (e de onde Beyoncé tirou algumas palavras para a música Flawless) – , surge agora “Querida Ijeawele – Como Educar para o Feminismo”, um pequeno livro em forma de carta para uma amiga, no qual explica em 15 passos como se pode educar uma criança independente.

Aos 40 anos, a escritora, que nasceu na Nigéria mas que passa grande parte do tempo nos Estados Unidos (para onde foi estudar aos 19 anos), é mãe de uma menina. Manteve a privacidade durante a gravidez por achar que as redes sociais veiculam uma noção de felicidade que não corresponde à realidade.

Publicou o seu primeiro livro em 2003, “A Cor do Hibisco” (Asa). Seguiu-se “Meio Sol Amarelo”, um romance sobre a Guerra do Biafra que venceu o Orange Prize (publicado pela Dom Quixote), e “Americanah” (também da Dom Quixote), considerado pelo The New York Times como um dos 10 melhores livros de 2013.

“Devemos ser todos feministas” foi publicado em português em 2015 e, para surpresa de alguns, o título apareceu estampado em T-shirts brancas da Dior na colecção Primavera-Verão de 2017. No entanto, o preço, 500 euros, não é para todas as carteiras feministas.

Não precisa de tanto dinheiro para conseguir o estilo de Chimamanda. A loja Preta, na LX Factory, em Lisboa, tem capulanas lindas (tão lindas que queremos todas). Depois só tem de encontrar quem lhe faça a roupa. Se preferir comprar já feito, basta seguir as nossas sugestões aqui em baixo.

 

1- Vestido Zara, 29,95€.

2- Mala COS, 135€.

3- Lenço Bimba y Lola, 34€.

4- Sapatos Benetton, 69,95€.

1- Vestido Mango, 29,99€.

2- Brincos Parfois, 7,99€.

3- Óculos Diesel, 160€.

4- Sandálias Clarks, 99,95€.

Autor

Os comentários estão fechados.