Ano novo, conteúdos, queixas e pragas novas. 2018 será um ano recheado de coisas para dizer (mal) mas antes disso vale a pena reler isto: o nosso best of 2017. Bom ano, malta.

lesbicas

  1. O sempre atual e divertido Guia do Feminismo para Totós
  2. A lista que não tem folhinhos nem crianças penteadas: O que é mesmo ser mãe – a lista realista
  3. O mais polémico texto do ano que está a acabar, da Susana Almeida, Deixem os vossos filhos ranhosos em casa.
  4. O stress da maternidade começa antes do bebé sair, não é? Todas as coisas que tivemos de ouvir quando fomos mães (e antes disso)
  5. A maravilhosa lista de uma mãe à beira de um ataque de nervos: 10 coisas que transformam uma mãe numa potencial assassina, porque, afinal, quem é que nunca teve destes instintos?
  6. Há muitos tipos de mães, estas são os que escolhemos: Três tipos de mães em modo resumido
  7. Todas nós fizemos maluqueiras na adolescência, e as nossas filhas não têm nada que ver com isso, certo? Coisas sobre mim que a minha filha nunca vai saber.
  8. Sem eles não éramos nada: Avós, esse pelotão invencível
  9. It’s sexy time, ladies. Quando, como e onde ter sexo depois de ter filhos.
  10. A história da Ana, da Mara e da Sandra, uma família feliz. A Ana tem duas mães.