O frio chegou, finalmente, e a vontade de ficar no sofá enrolada na manta é maior do que qualquer outra coisa. Quando os miúdos se forem deitar não liguem a televisão, leiam um livro.

Texto: Diana
Ilustração: Rita

Esta que vos escreve está no sofá, de manta nos joelhos e chá de menta fumegante. Não estou a ler um livro mas já lá irei, assim que desligar o computador.

Depois de um verão prolongado, eis que chega aquele fresco mesmo bom que deixa o corpo rijo, não baixa a tensão como o calor, e aguça os sentidos. E não há nada melhor do que um livro para tornar tudo mais perfeito. Mas não se limitem ao sofá, levem-no nos transportes a caminho do trabalho, ele merece apanhar um arzinho. Vamos a isto?

Adormecer a ler

The woman who went to bed for a year: Este livro da Sue Townsed, autora dos incríveis diários de Adrian Mole, conta a história de uma mulher que, depois de os seus filhos gémeos saírem de casa para a faculdade, decide ir para a cama. Durante um ano. Está maravilhosamente bem escrito e muito divertido. Não está traduzido para português, infelizmente, mas lê-se bem em inglês.

A Vegetariana : Este livro, da coreana Han Kang, é incrível. Pesado, negro, absolutamente passado e original. Não esperava o desfecho que teve e é mesmo surpreendente. Mas houve quem não concordasse comigo. Mas vão por mim.

Nu, de Botas: Se gostam de crónicas, têm de conhecer António Prata. Se gostam da escrita brasileira (como não?), têm de conhecer António Prata. Estas crónicas são todas histórias reais e hilariantes da infância do escritor/argumentista cujo maior pesadelo de infância era estar na escola nu, de botas. Maravilha.

O Apelo Selvagem: Este livro de Jack London, jornalista, aventureiro e escritor americano, é um clássico. E um clássico deve ser lido, mesmo que seja juvenil. Este fala de Buck, um cão corajoso cuja vida muda de repente e se transforma numa aventura com algum sofrimento à mistura. Além disso é bastante fininho e leve, óptimo para levar nos transportes.

Agora vou ler um bocadinho porque tenho imeeeensos livros novos para descobrir, fazer uma lista para depois vos aconselhar. É que o Natal vem aí e vocês precisam de ideias para prendas, certo?